domingo, 28 de maio de 2017

Quando a gente não sabe, a solução é a humildade


Quando a gente não sabe, a gente lê sobre o que não sabe.
Quando a gente não sabe, a gente pergunta para quem sabe.
Quando a gente não sabe, a gente pergunta para quem experimentou.
Quando a gente não sabe a gente pergunta para a pessoa simples sem banco escolar, e para os especialistas.
Quando a gente não sabe, a gente lê uns dez textos com pensamentos diferentes.
Quando a gente não sabe, a gente pergunta umas dez vezes para dez pessoas diferentes.
Aí a gente pode dar opinião sobre o que não sabia.
Antes disto é melhor não falar e nem escrever.
A solução, sempre, estará na humildade, reconhecendo a nossa própria ignorância.
Já para tomar decisões, aplique o mesmo remédio com doses elevadas ao cubo.

www.pedroaparecido.com.br



quinta-feira, 25 de maio de 2017

A vidraça sagrada


Cadeia para todos os vândalos!


Vandalismo não!

Vandalismo, não!


Alguns fatos que comprovam isto:

Retirar direitos trabalhistas e retirar direitos previdenciários;

Corrupção de bilhões da JBS;

Corrupção de bilhões da Odebrecht;

Corrupção da maioria dos políticos;

Milhares de mortes nas filas dos hospitais;

Milhares de futuros mortos nas escolas públicas aos pedaços;

Chega de vandalismo!

Também sou contra quebra de vidraças.

www.pedroaparecido.com.br


sexta-feira, 19 de maio de 2017

O homem perfeito do capital para ser o Presidente pela eleição indireta.


Henrique Meirelles é o nome ideal para o capital para ser o Presidente do Brasil em eleição indireta:

1) Ex-presidente internacional do BankBoston;

2) Ex-deputado pelo PSDB de Aécio;

3) Ex-presidente do Banco Central por 8 anos no governo Lula do PT;

4) Ex-presidente do Conselho de Administração da J& F Investimentos, dona do Banco Original, JBS, Eldorado Celulose, Vigor, empresa que se servia do PT, PSDB, PMDB e partidos do capital;

5) Atual Ministro da Fazenda do governo Temer do PMDB, que era vice do PT.

Ele é o nome perfeito para o capital e serviu ao PT de Lula por 8 anos, ao PSDB de Aécio por 4 anos e ao PMDB de Temer por 1 ano.

Ninguém do capital ou os partidos que são capatazes e financiados pelo capital podem reclamar.

www.pedroaparecido.com.br

19.05.2017



Eram dois amigos inseparáveis




O homem que derrubou dois presidentes