quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

800 mil pequenas empresas fecharam 2020.




 Em 2020, quase um milhãoj de pequenas empresas encerraram as suas atividades, permanentemente.

15 milhões de trabalhadores desempregados.
Mais de 50 milhões na pobreza.
Quem é o culpado?

sábado, 31 de outubro de 2020

Eu peguei covid-19: elato de uma quarentena

 Sim. Eu peguei covid.

Hoje é meu último dia de quarentena.


Depois de 8 meses de pandemia de covid-19, com mais de 160.000 mortes no Brasil e mais de 1.000.000 no planeta, eu também fui contaminado.

Hoje é meu 14° dia de quarentena. O último dia.

Consegui escapar por 8 meses e consegui evitar que meus filhos menores fossem contaminados. Sempre usei máscaras, viseira, álcool gel no bolso, não coloco a mão em nenhum local pois sempre uso guardanapos de papel e mantenho 5 metros de distância de pessoas.

Mas saindo do Teletrabalho e entrando no Trabalho Presencial na Justiça do Trabalho, não tive como evitar contatos próximos das pessoas nas diligências. Foram diligências em hospitais, empresas com aglomeração, elevadores em prédios comerciais.

E fui contaminado.

Ainda estou com 20% do pulmão comprometido, risco de trombose nas pernas e risco de embolia pulmonar.

Minha filha mais velha pegou covid. Já sarou e está Trabalhando. O pai da minha namorada pegou e, infelizmente, faleceu. Minha namorada pegou.

Meus filhos menores Morgana e André, que é autista, não pegaram.

Faço o relato no sentido de que as pessoas não se automediquem, não vão em papo de tias e tios, não embarquem em mentiras criminosas de whatsapp, não dêem voz para ignorantes.

Ouçam a ciência. Sempre ela.

Não tomei cloroquina. Uma vizinha atleta de quarenta e poucos anos teve covid,  tomou cloroquina e dentro de 30 dias estava morta com ataque cardíaco.

Não tomei ozônio no fiofó.

Todo ano tenho que fazer exame de próstata e preservei-o para os exames futuros.

Consultei 5 médicos. Fiz uma centena de exames para ver como estava o ataque do covid.

No 1° dia, minha namorada teve vários sintomas do covid-19. E aí fomos ao hospital. E no 2° fizemos o exame de covid-19. Aquele do cotonete no nariz e confirmou a contaminação.

Precisamos fazer o exame de covid num laboratório particular.  A UNIMERDA paga, mas demora 5 dias para sair o resultado. Minha namorada tomou remédios para os sintomas: dores nas costas, febre, fraqueza, tosse. Eu, de imediato, tomei antibiótico para o pulmão e corticóide. Depois minha namorada teve 15% do pulmão comprometido. E também tomou antibióticos e corticóides. Tudo receitado por médicos.

Depois o covid atacou minha circulação sanguínea e me colocou em risco de trombose e embolia pulmonar. Minha namorada também. E o vírus a atacou: rins, fígado, bílis e pâncreas.

Fizemos 4 tomografias computadorizadas do tórax.

Eu ainda estou tomando anticoagulante até dia 08 de novembro.

Foram 14 dias sem tomar sol.

Presos em casa, só indo ao hospital, tomando todo cuidado para não contaminar ninguém.

Há muitos anos tomo vitaminas. Caminho sempre. Nos últimos anos cheguei a 101 quilos e fui emagrecendo até chegar em 75 quilos hoje. Isto ajudou muito na luta contra o covid.

Não tive nenhum sintoma externo. Nem falta de ar.  Absolutamente nada. Se minha namorada não tivesse os sintomas, possivelmente meu pulmão iria para 60% de comprometimento do pulmão, pois não saberia que o covid estava destruindo meu pulmão, pois só descobri que meu pulmão estava com 20% de comprometimento porque fui acompanhá-la ao hospital e também fiz os exames. Ou poderia ter uma trombose ou embolia pulmonar.

Minha namorada fez academia durante anos e isto a ajudou no combate ao vírus.

Estou tomando mel,  própolis, extrato de alho, multivitaminas desde março de  2020. E vitamina C e D3.

Isto ajudou muito na luta contra o vírus.

Fomos ao hospital a cada 3 dias, em média, e com aparelhos de medição em casa, a cada 3 horas fizemos medição de temperatura, pulsação por minuto, pressão, oxigenação do sangue e PI (índice de perfusão).

Deixei claro que no caso de internação teria que ser em hospital público, que é referência de covid em Cuiabá (Hospital Estadual Santa Casa). E que, em nenhuma hipótese, aceitaria ser medicado com cloroquina.

Finalizando, deixo os seguintes recados:

1. Acredite na ciência;

2. Acredite nos médicos;

3. Não acredite em whatsapp e nem na tia e no tio;

4. Não acredite em idiotas;

5. Não automedique;

6. Não tome cloroquina e nem ozônio no fiofó;

7. Tome vitaminas para melhorar a imunidade  (com cuidado);

8. Sentiu sintomas de covid, corra ao médico;

9. Covid tem sequelas. Quando terminar a quarentena volte ao médico e refaça todos os exames.

10. Se cuidem e cuidem das outras pessoas, usando máscaras, viseiras (eu e todos os meus filhos usamos desde março), álcool gel, guardanapos de papel e evitem aglomeração (se for possível).

Dia 03 de novembro, no 18° dia, poderei rever meus filhos sem nenhum risco.

Ter covid é estar pertinho da morte. É grave. Mata.

Mas estamos bem.

Sobreviveremos.

......

Pedro Aparecido de Souza

31.10.2020


domingo, 10 de fevereiro de 2019

O que é mercado?


Quando você ouvir na TV ou no jornal sobre MERCADO, estão falando sobre os bilionários.
Quando você ouvir falar sobre MERCADO fora da TV e dos jornais estão falando do mercado do Seu Zé e de quem compra dele.
Quando você ouvir na TV ou nos jornais que é bom para o MERCADO, significa que é bom para os bilionários e ruim para você.

10 de fevereiro de 2019

www.pedroaparecido.com.br



segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Quando dois talentos se encontram: a afinação perfeita

Dois talentos da música se encontram e uma afinação perfeita aparece.
Rafael Oliveira e Diego Uz de Sorriso-MT.


24 de dezembro de 2018

www.pedroaparecido.com.br



quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Intimidade das pessoas públicas


Nunca fiz ironia ou piada com o ataque que bolsonaro sofreu, e nem com sua bolsa para colostomia ou ser casado com uma mulher mais nova.
Isto é respeito. Nunca fiz piada de Figueiredo e seus cavalos e sua cueca, nunca fiz piada do bigode do Sarney, do pó que o Collor gostava, do Itamar e a mulher sem calcinha, nunca fiz piada da filha fora do casamento de FHC ou do uso de maconha por FHC (eu não gosto nem de tabaco - nunca fumei), nunca fiz piada da falta de um dedo de Lula (que decepou trabalhando num torno mecânico,  às 3 da manhã) ou de seu gosto por pinga (eu não tomo bebida destilada), nem dos vestidos de Dilma, nem do Temer ser casado com uma mulher mais nova, ou Aécio gostar de pó (eu gosto só de pó de giz), nem do sotaque do Maluf.
Intimidade é da pessoa e a gente só tem que respeitar.
Os gostos de cada um só interessa a eles.
E temos que respeitar. O preconceito e piadinhas só aumentam a alienação e a péssima formação política das pessoas.
Outra coisa é o que pessoas públicas fazem, politicamente, em relação à nossa CLASSE.
Aí não tem mamãe me dói.
E porque eles são nossos inimigos de Classe, criticamos (e muito) o Figueiredo, o Sarney, o Collor, o Itamar, o FHC, o Lula, a Dilma, o Temer, o Bolsonaro, o Aécio e o Maluf e todos os gerentes do capitalismo.
A crítica e a  ironia tem que ser forte contra quem nos ataca.
Quem ataca a Classe Trabalhadora tem que ser atacado 24 horas por dia, mas a intimidade, gostos e esquisitices das pessoas públicas só interessam  a eles.


Pedro Aparecido de Souza

www.pedroaparecido.com.br

05 de dezembro de 2018


domingo, 14 de outubro de 2018

Estamos trocando a letra da oração de São Francisco. Ódio nunca! Não permita!


Onde houver amor, que eu leve o ódio.
Onde houver perdão, que eu leve a ofensa.
Onde houver a união, que eu leve a discórdia.
Onde houver a fé, que eu leve a dúvida.
Onde houver verdade, que eu leve o erro.
Onde houver esperança, que eu leve o desespero.
Onde houver alegria, que eu leve a tristeza.
Onde houver luz, que eu leve as trevas.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
ser consolado, que consolar;
ser compreendido, que compreender;
ser amado, que amar.
Pois é recebendo que se dá.
É sendo perdoado que se perdoa.
E é vivendo que se vive para a vida eterna.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

O fascismo entrou em nossas vidas.


O ovo da serpente fascista é chocado quando um líder faz discurso de ódio 24 horas contra minorias.
A primeira picada da serpente fascista é espalhar mentiras à exaustão.
A segunda picada da serpente é seus seguidores atacar, e até matar, quem pensa diferente.
A terceira picada é o líder fascista e seus seguidores querer proibir e censurar que se mostre as mentiras do líder, as mentiras dos seguidores, os ataques dos seguidores a quem pensa diferente e até as mortes provocadas por alguns deles.
Eleitores desiquilibrados tem em qualquer lugar.
Quando Bolsonaro foi esfaqueado, todos os outros candidatos condenaram o ato. Nenhum candidato quis censurar a notícia.
Um dia antes, Bolsonaro disse que ia metralhar os petistas e ainda imitou como se fosse uma metralhadora.
Conseguiu entender a diferença de 12 candidatos não fascistas e um fascista?
Não?
Então você tem problemas graves: vá rápido tomar soro antiofífico. Você foi picado.

Pedro Aparecido de Souza

11.10.2018

www.pedroaparecido.com.br

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Como será nossa vida se Bolsonaro ganhar?


O medo está nas ruas.
Mulheres e homens com medo. De dia e de noite.
E não é medo de bandidos. Os bandidos continuam e continuarão como sempre.
Agora o medo é outro. Medo de morrer porque está com uma palavra qualquer na camiseta, medo de falar em quem vai votar, medo de dizer que não vota em Bolsonaro, medo de ir até a esquina e algum eleitor mais desequilibrado de Bolsonaro não goste do seu jeito.
Agora o medo é outro: medo de morrer porque pensamos ou porque, simplesmente, não votamos em Bolsonaro.
Já pensou como será a nossa vida, nós cidadãos de bem, se Bolsonaro ganhar?
Como cuidaremos de nossos filhos e filhas?
Como protegeremos nossos irmãos e irmãs, nossos pais?
Como se prevenir, se pode ter um bolsanarista maluco ali na padaria, no supermercado ou na escola?
Se antes de ganhar, alguns eleitores desequilibrados de Bolsonaro estão agredindo e matando, como será nossa vida depois de eleito?
E a cereja no bolo: o desiquilibrado vai estar armado até os dentes e babando de ódio.

Pedro Aparecido de Souza

10.10.2018

www.pedroaparecido.com.br

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Judiciário sempre teve lado



Judiciário sempre teve lado.

E nunca foi o lado da Classe Trabalhadora.

Esteve ao lado da escravidão, do genocídio dos ameríndios, do lado de Portugal, do lado da monarquia, do lado da república, do lado da dos coronéis, do lado do café-com-leite, do lado da ditadura Vargas, do lado ditadura militar/empresarial/civil de 1964, do lado do AI-5, do lado da tortura, do lado dos assassinos de lavradores pobres, do lado de assassinos de quem luta e resiste ao agrolatifúndio, do lado da anistia de torturadores em nome do Estado, do lado dos privilégios, do lado dos banqueiros, do lado dos empreiteiros, do lado dos industriais, do lado do patrão, do lado dos multimilionários e bilionários.

Sempre esteve do outro lado.

Pedro Aparecido de Souza

02 de outubro de 2018



terça-feira, 25 de setembro de 2018

Porque Bolsonaro e Mourão não




Votarei em Vera Lúcia do PSTU, como faço há mais de 15 anos.
No segundo turno, como faço há mais de 15 anos, vou votar nulo.
Fiz e faço oposição ao PT desde 2003 e à qualquer candidato ou partido que defenda o capitalismo e não voto em quem defende o capitalismo.
E continuarei fazendo porque sou marxista e quero que os produtores sejam donos do que produzem e que os exploradores parasitas sejam derrotados.
No entanto,  temos um candidato Monstro que é racista, homofóbico, misógino, xenófobo, que defende ditadura dos milicos/empresários de 1964, que defende tortura, que defende o torturador funcionário do Estado, que despreza as mulheres, que ameaça uma mulher de estupro, que diz que negros quilombolas são como animais e que não servem nem para procriar, que odeia os índios, que defende o homicídio de pobres e negros na favela, que foi expulso da aeronáutica por tentativa de terrorismo e tem tantas outras atitudes de intolerância e ignorância.
Um indivíduo com características muito próximas do fascismo.
E o fascismo a gente combate e denuncia.
Sempre.
Simples assim.
Respeito o voto das eleitoras e dos eleitores do Monstro. Mas não posso me silenciar em relação ao Monstro e o vice-monstro.

Pedro Aparecido de Souza
25 de setembro de 2018





segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Neocristianismo revelado pelo novo Messias


1. Ter outros deuses,  já que Cristo não serve de exemplo a ser seguido: solidariedade, fraternidade e tolerância são coisas do diabo.
2. Adorar ídolos: novo Messias.
3. Usar o nome de Deus em vão em nome do novo Messias.
4. Não há dia sagrado do Senhor: todo dia é dia para o ódio e a mentira.
5. Não honrar pai e mãe, porque eles não se converteram ao novo Messias.
6. Assassinar todos os dias, principalmente se for pobre, negro e favelado. Tortura é fundamental.
7. Cometer adultério, ter duas mulheres, mas tudo em nome da família.
8. Lavar dinheiro e ficar milionário com dinheiro público não é roubar.
9. Prestar falso testemunho, mentir e manipular todos os dias em nome do novo Messias.
10. Cobiçar a casa do próximo, porque ele não se converteu ao novo Messias e não existe próximo.  Cobiçar a mulher do próximo em nome da família e do novo Messias.

Amém!

Pedro Aparecido de Souza
24 de setembro de 2018
www.pedroaparecido.com.br


segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Vou bloquear quem pensa diferente de mim


Pensei em bloquear no Facebook quem vota no Monstro.
Depois pensei: se eu bloquear, tenho que bloquear quem vota no PT.
Fui oposição ao PT por 13 anos e até hoje.
Bem, como sou marxista, tenho que bloquear quem defende a escravidão capitalista.
Sou trotskista, então tenho que bloquear os stalinistas.
E tem os que torcem para o Flamengo e o Corinthians.
E aqueles que não são vegetarianos.
E aqueles que comem açúcar e sal.
É. Amizade nada tem a ver com gosto, preferências.
Amizade é amizade.
Nunca perca aqueles que você gosta por causa de pensamentos diferentes.
A vida é muito mais que tudo isto.

Pedro Aparecido de Souza
17 de setembro de 2018

www.pedroaparecido.com.br

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Porque não voto em Bolsonaro


Nasci e cresci numa sociedade que chamava negro de macaco, que falava que negro quando não cagava na entrada, cagava na saída, índio era preguiçoso, que nordestino era preguiçoso, que ria do gordo, que humilhava e até matava as mulheres, que humilhava e até matava homossexuais, que odiava argentino, que dizia que quem estudava fica louco, que acreditava em lobisomem e mula-sem-cabeça.

Pois bem. Cresci. Estudei muito. Desintoxiquei o máximo que pude dos ódios e dos preconceitos. Ainda os tenho, pois foram 55 anos de veneno e 500 anos de tradição de ódio e preconceito. 4 faculdades, 3 especializações, 2 doutorados parciais, conheci uma grande parte do mundo,  e o mais importante, 34 anos se solidarizando com os derrotados e deserdados da História.

Eis minha razão de não votar em Bolsonaro e fazer campanha contra ele.

Todos nascemos intoxicados e ignorantes . Morrer intoxicado e ignorante, jactando ódios e preconceitos, é uma escolha.

Pedro Aparecido de Souza

03 de setembro de 2018